Avançar para o conteúdo principal

"O Que Eu Penso De" A Rapariga do Lago Azul

A Capa:


















A Sinopse:
Luísa é uma adolescente introvertida, dividida entre a paixão que sente pela arte e a carreira em medicina que os pais sonham para ela. Atormentada pela ideia de que partirá, em breve, para Praga, passa os seus dias a desenhar, inspirada pela música de um violino.
Luísa está curiosa quanto à identidade do violinista que a inspira, mas o seu interesse parece redobrar quando conhece Luís.
Ele é inesperado: vive isolado dentro da música que toca, escondendo-se do seu passado trágico e de um mundo preconceituoso. Os seus destinos vão unir-se na solidão e no amor à arte. E é ao som dos acordes do violino e por detrás de folhas de papel em branco que os dois vão viver uma paixão improvável.
Uma novela sobre o primeiro amor, o preconceito e o talento, bem como a importância da carreira e das escolhas que fazemos. 

A Opinião:
Neste pequeno conto, de apenas 44 páginas, já contando com as capas, contra capas, agradecimentos , etc, Carina Rosa conta-nos uma história romântica sobre uma artista e o seu músico invisual. Tendo algumas amigas invisuais e eu própria sabendo ler braile, confesso que não tenho uma visão tão trágica desta deficiência como a autora quer transmitir. Sim é uma limitação, mas os invisuais, principalmente os que nasceram ou adquiriram aquando novos, até têm uma versão mais animada da situação. Este ponto de tristeza e alguma amargura foi o único ponto negativo deste conto, que me soube tão bem como um livro.
A referência ao acidente também me pareceu ficar um pouco aquém, visto que embater contra um camião que circula em contra-mão e apenas bater com a cabeça me parece sorte a mais.
A escrita da autora é deliciosa e saboreia-se muito bem, tendo estas páginas sido lidas num instante e com muito entusiasmo. Há um rol de personagens satisfatório que por tão poucas páginas até foi bom não terem disso mais desenvolvidas, se não perder-se-ia o protagonismo dos personagens principais. Mesmo assim, Carina Rosa conseguiu inserir os 3 tempos temporais, tais como cenários variados. Gostei muito.
Parabéns!
 

A Classificação:
4*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"Aquisições" Agosto

Este post andava perdido por aqui

"Leituras de" Janeiro e Fevereiro

Começou 2017 e ainda não tinha ressuscitado algumas rubricas mais básicas. Tendo agora um tempito vou então começar com o que li nos dois primeiros e últimos meses deste ano.
Em Janeiro tive o prazer de ler Winter de Marissa Meyer.  Foi uma óptima escolha para começar o ano, mas foi filho único no que toca a leituras no primeiro mês do ano.


Em Fevereiro o número de leituras foi muito maior. Apostei mais em livros pequenos, mas também investi neles e num maiorzito. Aproveitei também para reler um para poder continuar a saga de Emma Chase.


Com este resumo acabei por ir ver os desafios e não é que alguns correspondem?!